Leitura Dcnete – Arqueiro Verde Renascimento #1

Arqueiro Verde Renascimento #1, com roteiros de Benjamim Percy e arte de Otto Schmidt é até o momento uma das melhores revistas do Renascimento da DC.

arqueiro verde

Vamos lá, mais um vez cagando regra e tentando entender algo que não costumo acompanhar muito. No ponto que começamos em Arqueiro Verde Renascimento #1, Oliver Queen já é o vigilante de Seatle um tempo, já teve um encontro anterior com a Canário Negro e já é inclusive mencionado seu antigo parceiro viciado em drogas. O que me confundiu aqui é que eu lembrava que a cidade de atuação do Arqueiro era Star City e não Seattle. Não sei se isso ficou dos novos 52 ou se já estava estabelecido antes.

canario negro

O encontro do Arqueiro Verde com a Canário Negro se dá logo no inicio da revista e rapidamente já se inicia um relacionamento entre os dois. Nessa parte, como é uma retomada da DC, e não um reboot do zero, com relação aos personagens, acho válido já ir direito ao que interessa e não ficar enrolando e recontando tudo, porque talvez isso ficasse bom para os leitores novatos, mas ao mesmo tempo poderia cansar quem já está farto de saber sobre esses eventos, é o mesmo caso de toda hora ficar recontando a origem do Batman.

arqueiro renascimento

Gostei das discussões entre os dois e da Canário apontando as distorções entre o fato do Arqueiro ser um vigilante cujas idéias vão contra elitismo, conservadorismo, se dizendo um guerreiro da Justiça social e lutando pelo pobres enquanto ele mesmo é um playboizinho que tem uma vida boa e tal, o chamando de hipócrita.

a ilha

O humor, arrogância e a acidez do Arqueiro também estão presentes aqui desde o inicio, ao mesmo tempo que ele consegue dialogar e mostrar através de argumentos, e também através das suas ações, que ele é mais do que um riquinho brincando de Robin Hood pelas ruas de Seatle. Os diálogos e a interação entre os dois até essa parte ficou bem bacana.

A partir do momento que vai para o arco final da história, onde eles chegam numa espécie de favela montada no meio da floresta, a história se perde um pouco. A começar pela ambientação do local que parece meio deslocada ali, do nada eles estão no meio da cidade e então aparecem num acampamento sem teto que tem casas nas arvores, nesse local eles enfrentam uns bichos estranhos (que talvez sejam canônicos ou não, nunca tinha ouvido falar deles) e após um pouco de ação e algumas lições de moral e frases clichês a história acaba. Ou melhor, a história está apenas começando (viu só como eu também sei fazer frases clichês?).

canario e arqueiro

Arqueiro Verde Renascimento #1 é uma revista bacana, os desenhos são legais e me diverti lendo, embora senti uma caída ali a partir da metade da história, mas isso não tira o mérito da revista. Das edições que li até agora do Renascimento da DC é a mais acessível para quem está chegando agora (tirando Batman Renascimento #1, mas é porque nessa praticamente nada acontece na primeira edição).

green arrow-REBIRTH

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s